Sertão: 4 frutos que são a cara do Nordeste brasileiro! - Instituto Água Viva

2

Muitas pessoas relacionam o sertão nordestino a um ambiente seco e sem possibilidade de nenhum cultivo. No entanto, muitos estados sertanejos possuem frutos que são a cara do Brasil! Continue lendo o post que nós do blog do IAV preparamos e descubra mais sobre o tema!

Umbu: “árvore sagrada do sertão”

O umbu é um fruto que já teve destaque até em clássicos da literatura brasileira com Euclides da Cunha, o chamando de árvore sagrada do sertão. Uma das suas características principais é a capacidade de sobreviver a longos períodos de seca, já que possui grande capacidade de armazenar água.

Esse atributo foi o responsável por definir o jeito em que a árvore é chamada. Isso porque a origem de seu nome vem de “ymbu”, palavra em tupi-guarani que significa “árvore que dá de beber”.

O que é siriguela?

A siriguela é um tipo de fruto também presente no sertão do Nordeste brasileiro. Quando ainda não está madura, a fruta se assemelha a uma azeitona, devido ao tamanho e à coloração. Depois de amadurecer, a siriguela apresenta a cor alaranjada e o sabor adocicado pelo qual é conhecida.

Cajá: conheça suas propriedades

O cajá é outra fruta que você acha facilmente no nordeste brasileiro, principalmente no estado da Bahia. Seu gosto levemente ácido traz propriedades importantes para nossa saúde, ajudando na prevenção contra doenças cardíacas, osteoporose, entre outras patologias.

Melancia: geração de renda no sertão

Apesar de não ser tipicamente brasileira, a melancia está rendendo bons frutos para sertanejos de comunidades rurais distantes. É o que tem acontecido no sertão de Casa Nova, em que o projeto de cultivo de melancias rendeu cerca de seis toneladas do fruto no ano passado. Incrível, não é mesmo?

Agora que você já sabe um pouco sobre os frutos típicos do Nordeste, que tal embarcar completamente na realidade dos sertanejos? Você pode fazer isso ajudando os projetos do IAV! Confira mais sobre nossas ações e contribua com a evolução do sertão!