Projetos sociais: reforço escolar em Casa Nova - Instituto Água Viva

1

As aulas de reforço escolar em Casa Nova, na Bahia, são projetos sociais do IAV que têm mudado vidas no sertão. As atividades ajudam na capacitação de muitos sertanejos, abrindo novas oportunidades de trabalho. Eder Donizetti, um dos professores da ação, contou para nós um pouco mais sobre as aulas. Continue lendo e conheça melhor um dos projetos sociais que nos orgulha!

Projetos sociais de educação

A educação é um dos pilares de atuação do IAV e ela mostra seu poder a cada experiência vivida por nossa equipe. Assim, diariamente vemos como projetos sociais que lidam com a capacitação e o ensino transformam a expectativa de vida de uma pessoa.

Em uma região tão escassa de recursos e oportunidades, nossa ação de reforço escolar visa justamente tornar acessível a educação aos sertanejos, que muitas vezes não tiveram a chance de ingressar no mundo acadêmico.

Casa Nova: onde o ensino muda vidas

Crianças, jovens e idosos. Sertanejos de diferentes idades têm participado das aulas em nossa ação social de reforço escolar no sertão de Casa Nova, local onde Eder Donizetti atua como um dos professores.

De acordo com o professor, cerca de 300 pessoas, distribuídas em seis povoados ao redor da cidade baiana, já integraram as aulas dadas por ele e a equipe atuante na região.

O professor defende a presença de ações no sertão por conta do impacto positivo que eles possuem na vida dos sertanejos. “Os projetos sociais são importantes para dar oportunidade e dignidade a um povo sofrido, além de contribuir para a vida em completo para esse povo esquecido pela sociedade”, conta.

Reflexos da educação

Entre os 73.400 sertanejos em Casa Nova, poder ajudar as 300 pessoas com nossos projetos sociais já é algo que pelo qual somos muito gratos. Ao visitarmos povoados por povoados, as histórias dos participantes das nossas ações nos enchem de emoção.

Eder contou que um dos fatos mais marcantes foi a história de um ex presidiário, que se transformou depois de frequentar as aulas de reforço escolar. “Um dos alunos ficou preso por 14 anos e quando saiu da prisão, revelou que tinha como um dos sonhos saber escrever seu nome completo. Nós conseguimos ajudar ele e isso foi algo muito impactante para mim”, relatou.

É impressionante o poder dos projetos sociais no sertão! Por isso, ajude para que nossas ações continuem rendendo frutos entre os sertanejos!