Mês das Crianças: o IAV transformando vidas! - Instituto Água Viva

0

Ser criança é sinônimo de alegria e brincadeiras, tudo o que uma criança do sertão também deseja ter. Apesar de todas as dificuldades, os pequenos nordestinos permanecem resistentes com a ajuda do Instituto Água Viva.

Confira neste post, o depoimento dos professores voluntários sobre as crianças do sertão!

Importância do Instituto na vida das crianças

A seca e as dificuldades de acessos no sertão, fazem com que as crianças sofram com a falta de atividades e brincadeiras, o que acaba as deixando ociosas e a mercê de toda insegurança de um lugar esquecido pelo poder público.

É por esse motivo que o trabalho do Instituto Água Viva tem se tornado cada dia mais importante na vida sertaneja, proporcionando um alívio aos que não tinham mais esperanças. Além de qualidade de vida para todos, principalmente para as crianças!

Presente em dois dos quatro pilares do IAV, a vontade de influenciar positivamente na vida das crianças começa sempre com a ajuda dos professores voluntários. Eles fazem parte do cotidiano dos pequenos, levando alegria e conhecimento através do Esporte e do programa de Educação Complementar.

O ballet mudando vidas

Clarice da Fonseca é professora voluntária de ballet no sertão e acredita que as crianças de hoje serão grandes profissionais no futuro. “Muitas crianças serão médicas, veterinárias, advogadas e o ballet deu um centro de direção para elas, fazendo desses sonhos menos distantes” conta sobre sua influência na vida dos pequenos.

“O esporte leva a oportunidade de convivência com as outras crianças do sertão. E a dança mudou os sonhos e a perspectiva de vida dessas meninas” afirma Clarice, contando, ainda, sobre os prêmios e medalhas que as dançarinas do sertão ganharam em competições estaduais de ballet.

O Futebol construindo futuros

“A escolinha não sai da cabeça deles” conta Francisco Bezerra, treinador voluntário de Futebol pelo IAV. Em seu trabalho, ele treina outros professores para ministrar as aulas de futebol no sertão, mas acaba participando de todo o processo de aprendizagem das crianças.

O treinador fala, também, sobre a importância do projeto para as crianças do sertão. “Eles não têm brinquedo, não têm nada e o fato de ter uma escolinha só pra eles, é fantástico, é gratificante para mim e para eles”.

Além do esporte, Francisco busca sempre ir além, ensinando valores para a vida dessas crianças. “Hoje já podemos ver meninos transformados, que estão fazendo faculdade e crescendo como cidadãos”, conta.

Quer ser uma água viva no sertão também? Então apadrinhe uma criança e fique ligado no nosso blog para mais atualizações do sertão!