Sobe para 48 o número de municípios em situação de emergência por motivo de seca no Piauí - Instituto Água Viva

Data:25/06/2018
Fonte: Simões Online

Jornalista: Elvis Vieira

Ministério da Integração Nacional decretou situação de emergência em 48 municípios do Piauí até esta terça-feira (19). A Defesa Civil do Estado alerta que a tendência é do número aumentar até o final do ano, período em que os problemas ocasionados pela seca são agravados nas cidades piauienses.

O governo federal reconheceu situação de emergência em 184 municípios de sete estados – Minas Gerais, Bahia, Paraíba, Piauí, Ceará, Goiás e Pará. A atualização dos decretos, – expedidos pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil – foi publicada hoje em portarias no Diário Oficial da União. A medida tem vigência por 180 dias, permitindo às prefeituras solicitar apoio da União para ações emergenciais, que são executadas por meio da Secretaria de Estado da Defesa Civil (Sedec).

O secretário de Defesa Civil do Estado, Raimundo Coelho, explica que por enquanto não há conhecimento sobre outras cidades que possam entrar na lista, mas ao mesmo tempo, ele assegura que a quantidade vai aumentar. “Por seca e estiagem são 49, com Belém do Piauí e Paquetá. Agora Paquetá já havia sido incluído. O Estado não vai emitir solicitação de novo decreto porque a demanda, por enquanto parou. Mas os decretos já vêm aumentando de maio para cá e a tendência é aumentar mais. Devem ser solicitadas mais”, esclareceu Raimundo Coelho.

A partir desta publicação, o Governo do Estado, pode solicitar ajuda federal para ações emergenciais de abastecimento, como perfuração de poços, construção de reservatórios, além do fornecimento de água potável por meio de operação carro-pipa, nos municípios afetados.

“Com o decreto, são iniciadas as operações carro pipa, tanto a nível estadual, quanto a federal, que é realizada pelo exército. O decreto solicita ajuda para esse tipo de serviço e o governo federal analisa a necessidade e se constatar que realmente precisa, o decreto é liberado. Cada município que solicita faz um relatório sobre o abastecimento de água por comunidade e quantidade de pessoas que precisam desse abastecimento e então o governo federal avalia se de fato precisa e define qual a quantidade de carros pipa a disponibilizar, por exemplo”, explicou o secretário sobre como funciona a liberação dos serviços de abastecimento.

Os municípios do Piauí com situação de emergência por seca reconhecidas pelo governo federal são:

• Acauã
• Alagoinha do Piauí
• Alegrete do Piauí
• Anísio de Abreu
• Avelino Lopes
• Belém do Piauí
• Betânia do Piauí
• Bonfim do Piauí
• Caldeirão Grande do Piauí
• Campo Alegre do Fidalgo
• Campo Alegre do Piauí
• Campo Grande do Piauí
• Capitão Gervásio Oliveira
• Caracol
• Caridade
• Coronel José Dias
• Curral Novo do Piauí
• Dirceu Arcoverde
• Dom Inocêncio
• Fartura do Piauí
• Francisco Macêdo
• Francisco Santos
• Fronteiras
• Guaribas
• Itainópolis
• Jacobina do Piauí
• Jaicós
• Jerumenha
• Jurema
• Lagoa do Barro do Piauí
• Marcolândia
• Massapê do Piauí
• Monsenhor Hipólito
• Morro Cabeça no Tempo
• Nova Santa Rita
• Padre Marcos
• Paulistana
• Pio IX
• Queimada Nova
• São Braz do Piauí
• São Francisco de Assis do Piauí
• São Julião
• São Lourenço do Piauí
• São Luís do Piauí
• São Raimundo Nonato
• Simões
• Várzea Branca
• Vila Nova do Piauí
Fonte: Lyza Freitas, Portal Cidade Verde

Link: Clique aqui para ler esta notícia direto da fonte