4_edited.png

Pilar da Geração de Renda

Gerando alegria, desenvolvimento econômico e social no Sertão. 

Banner_4.png

A perspectiva de implantar projetos de geração de renda é de oportunizar emprego e dignidade aos sertanejos do semiárido Nordestino. Em 2020, mesmo com a pandemia, foram 479 envolvidos diretos e mais de 3.353 pessoas beneficiadas pelos projetos da fábrica têxtil, fábrica de acordes e boutique dos sonhos, artesanatos, plantações de morango, fábrica de chinelo, horta comunitária, produção de queijo, hidroponia, piscicultura.

IMG-20170802-WA0024(0).jpg
IMG-20170802-WA0056.jpg

E a fábrica têxtil é um dos maiores exemplos de geração de renda estando desde 2016 em Aguada Nova-BA, distrito de Lapão uma cidade do interior da BA. É o segundo maior empregador do município, com um faturamento próximo de uma empresa de médio porte, com fabricação de camisas, uniformes, bonés e máscaras.

 

Em um espaço de 1.000m2, a confecção tem sido uma inédita oportunidade de crescimento social, em uma cidade que a renda per capta média de R$ 170,00 (Fonte: IBGE). Em 2021 o Instituto celebrou parcerias com duas grandes empresas brasileiras: BRASIL MINAS e LINK GROUP. A proposta dessa união é levar mais oportunidade de renda ao semiárido Nordestino.

A Fábrica de Violão e de Brinquedos de madeira, em Acauã-PI, recebem encomendas de todo o Brasil, com excelente qualidade. Na área de agricultura os projetos de hortas comunitárias, além e serem de segurança alimentar, também geram renda extra. No projeto de plantação de morango, na região de Boninal-BA, onde já perfuramos 22 poços, as famílias são inseridas no programa com 100% de garantia da venda da colheita.

Ao todo 09 projetos de geração de renda compõem a base dos projetos
sociais, e outros 05 estão sendo formatados.

Participe dessa ação.