Empreendedorismo social no sertão

Atualizado: Mai 3

Por meio de projetos de geração de renda, mulheres sertanejas têm a oportunidade de aprender uma nova profissão e garantir o seu próprio sustento.





É o que acontece no Sertão da Bahia


, onde mulheres do distrito de Cafarnaunzinho recebem treinamento no Centro de Confecção do Instituto Água Viva na cidade de Aguada Nova, Lapão/BA. No início do mês de março quatro amigas: Nega, Lidinha, Vanderléia e Vanusa viajaram para aprender um novo ofício: trabalhar com máquina reta e de overloque. A boa notícia é que antes de terminar o mês, o grupo já havia iniciado a fabricação das primeiras peças.


E as mulheres que antes eram aprendizes, hoje são empreendedoras e estão compartilhando as suas experiências com outras mulheres da comunidade. E organizam uma vez por semana para se dedicar na tarefa de ensinar outras mulheres a costurar, e fazendo novas multiplicadoras do conhecimento e serem inseridas na profissão para garantir seu próprio sustento. Dentro dessa visão, elas também convidaram a ‘Vó Dezinha’, uma senhora muito respeitada na comunidade para fazer parte da equipe.

O objetivo é realmente estruturar a comunidade para ser um centro de apoio à Fábrica Têxtil. As primeiras peças é um lote de 1000 máscaras, e é parte da demanda para desafogar a produção de Aguada Nova. As peças já vêm cortadas, e elas apenas fazem a costura. No futuro com certeza teremos uma diversidade de produção. É o que explica, Stênio Coutinho, líder da Base.


O curso tem carga horária de 40 horas e a proposta do IAV é formar um novo polo de confecção na região, que fica a 52 km de distância da Fábrica Têxtil.


Dentro do pilar de Geração de Renda ainda temos: Perfuração de poços artesianos para criação de hortas comunitárias, plantação de hortaliças e morango, fábrica de Chinelos, fábrica de brinquedos e de violão, hidroponia, entre outros projetos de empreendedorismo social.


Parabéns mulheres pelo esforço e resiliência em recomeçar! A vida é cheia de recomeço e nós do Instituto acreditamos em vocês.