Geração de renda: conheça o Lucas, da Fábrica de Bonés

Para prosseguirmos com nossos projetos de geração de renda no sertão, nós contamos com pessoas que se mobilizam em prol do povo sertanejo. O Lucas Santos, da Fábrica de Bonés é um dos que tanto tem nos ajudado. Por isso, nós conversamos com ele para que você conheça um pouco mais e entenda sobre nossos projetos de geração de renda. Veja!


Geração de renda no sertão

A Fábrica de Bonés em Aguada Nova, Bahia, é uma das unidades do projeto de geração de renda do IAV no sertão. O povoado no qual está instalada conta com seis mil habitantes, sendo a maioria agricultor.

Com uma nova perspectiva para o povo sertanejo que mora na região, a ação também ajuda na capacitação técnica para as pessoas que participam do projeto de geração de renda. Os produtos são vendidos nos estados do Espírito Santo, Bahia, Goiás, Santa Catarina, São Paulo, entre outros. A fábrica conta com cerca de 50 pessoas e uma delas é o Lucas, responsável pelo RH da unidade.

Amor ao povo sertanejo

Lucas Santos possui apenas 20 anos e está cursando administração. Mesmo tão jovem, o voluntário já demonstra muita maturidade em querer ajudar ao próximo no nosso projeto de geração de renda. Lucas nasceu em São Paulo e desde pequeno morou no sertão, o que fez com que em suas raízes já estivesse o amor ao povo sertanejo.

Sua trajetória no projeto começou em novembro de 2016, quando recebeu uma proposta de emprego do Instituto. Naquela época, a ação de geração de renda ainda estava embrionária, e foi em 11 de janeiro que ele iniciou os trabalhos.

Lucas contou para nós, do blog do IAV, que a experiência tem sido única. “Me sinto honrando em poder participar e ajudar, visto que, em pouco tempo o IAV fez a diferença na vida de muitas pessoas nesta cidade no sertão, mudou também a realidade do povo sertanejo. O Instituto hoje, dentro da cidade de Lapão, é o segundo que mais emprega, ficando atrás apenas da prefeitura do município”, disse.

Povo sertanejo: transformação através da Fábrica de Bonés

“Esse projeto já me marcou de várias maneiras. Porém, a que mais me comoveu foi o IAV empregar uma senhora que, além de estar passando por necessidades financeiras, o seu esposo estava com depressão. Ao contar sua história, ela foi contratada com um salário digno e o melhor: um emprego de valor que faz o colaborador se orgulhar de estar no quadro de funcionários”, explicou.

A Fábrica de Bonés já ajudou muitas vidas ao ajudar na geração de renda complementar. Contribua para que esse número aumente!

#fabricabones