top of page

“Ajudar a cuidar do sorriso do povo sertanejo me faz me sentir feliz”


“Ajudar a cuidar do sorriso do povo sertanejo me faz me sentir feliz” diz o motorista Erick, que é reconhecido por seu zelo com o trabalho


Uma ação em uma comunidade quilombola na região de Igaporã (BA) foi uma das mais marcantes na vida profissional de Erick Lopes de Souza, motorista de 49 anos e que há três faz parte do quadro de colaboradores do Instituto Água Viva (IAV)

“Chegando lá nos deparamos com uma grande quantidade de pessoas, exatamente 48 sertanejos, me lembro como se fosse hoje. Só saímos de lá quando atendemos todos em um só dia. Era uma comunidade muito necessitada, foi muito marcante para mim”, relembrou Erick, que é um dos motoristas das vans do IAV.


Pedro Santos, responsável pelo pilar de Saúde do IAV, diz que o motorista que conduz a unidade dois, detalha que Erick mora em Irecê e cobre a região no entorno. “Ele é um pai amoroso e profissional dedicado. É sempre muito organizado e zeloso com seu trabalho. Busca sempre programar bem suas agendas e se preocupa com todos os detalhes de cada caravana”, detalha.


Erick é casado há 24 anos com Elizângela e tem 3 filhos Pedro Vinícius, Pedro Enrick e o caçula Pedro Luckas. O casal também tem uma netinha que vai fazer um ano em dezembro.

Ele é natural de Petrolina, em Pernambuco, e mora com a família em Irecê, na Bahia. Atua no sertão baiano há mais de três anos conduzindo a van odontológica. “Dirigir no instituto para mim não é apenas um trabalho. É um privilégio estar levando esperança de dias melhores para o povo sertanejo. Ajudar a cuidar do sorriso deles me faz me sentir feliz. Não consigo me ver fazendo outra coisa. E fico com um sentimento de dever cumprido e hoje me sinto realizado como pessoa fazendo o que faço”, completou.

bottom of page