O ESPORTE SALVA VIDAS

Atualizado: Ago 5

E quem nunca sonhou ser um jogador de futebol?



Quem nunca sonhou ser um jogador de futebol? No sertão já são mais de 3.166 Crianças de 05 a 16 anos matriculados em 61 escolas de futebol, em comunidades rurais e quilombolas(*), e a meta está só na metade. Treino é treino, jogo é jogo já dizia meu pai... Os adolescentes entram em campo para fazer bonito. Cada lance perdido tem a chamada de atenção do treinador. Cada jogada finalizada em gol, uma festa com abraços dos craques.



O Pilar de Esportes, tem o maior número de crianças matriculadas, afinal, o futebol é o que move os corações de meninos no Sertão, aqui, ali e acolá. Criança é tudo igual, cheia de sonhos mesmo. E o objetivo do esporte é gerar em cada criança, sonhos que geram vontade de vencer. De ser um bom aluno, de conquistar um lugar maior no podium da vida, de ser um bom filho e no futuro, um homem de respeito.


O esporte salva vidas, pois enquanto os adolescentes estão no campo, no contraturno escolar, eles se livram de serem aliciados e de estarem em más companhias. É por isso que nas escolas de futebol as crianças aprendem valores universais como ética, respeito ao próximo, cidadania, obediência aos pais e ser um bom aluno. Os instrutores acompanham as crianças no seu desenvolvimento escolar, o que leva a um crescimento bilateral.


A vida no sertão é dura para as crianças que não têm alternativas de diversão ou de

profissionalização. E o esporte têm levado muitas opções para o sertão. O IAV acredita na mudança de mente, e investe nessa geração, dando oportunidades de terem uma educação complementar em várias áreas do conhecimento, onde o esporte é uma delas.


Muitos dos alunos que começaram na escolinha, hoje são instrutores, outros estão terminando o ensino médio.