3 dados que revelam a importância da ação social no sertão

A ação social nos mobiliza em prol do sertão. Se você acompanha nosso blog, já deve ter percebido que desenvolvemos projetos variados para transformar realidades e reverter quadros que antes eram vistos de forma desesperançosa pelo povo sertanejo. Então, neste post, a proposta será diferente! Nós vamos apresentar dados que mostram a relevância de trabalhos como os desenvolvidos pelo IAV no sertão. Veja!


Sertão: metade dos analfabetos brasileiros mora no Nordeste

A escassez de educação qualificada no sertão é uma realidade conhecida por muitos brasileiros. O problema é que a situação entrou no esquecimento e pouco tem sido feito para mudar os índices. Em 2017, os números ficaram ainda mais alarmantes! De acordo com dados revelados pelo IBGE, o Brasil engloba 11,8 milhões de analfabetos, sendo metade dessas pessoas nordestinas.

Já deu para perceber como o acesso ao ensino é difícil no sertão, não é mesmo? Foi pensando nisso, que nós do IAV, investimos tanto em ações sociais de educação complementar, como as aulas de reforço escolar que acontecem em Casa Nova-BA com a ajuda do professor Eder Donizetti.

Escassez de recursos

Outro pilar importante para o trabalho do IAV é a geração de renda para os sertanejos. As comunidades rurais no sertão são muito suscetíveis à ação da seca, além de possuírem poucas oportunidades de inserir no mercado de trabalho. A Boutique dos Sonhos, a plantação de alface e a Fábrica de bonés são alguns dos projetos desenvolvidos por nossos voluntários.

Ações sociais como essas atuam em um quadro gravíssimo de índice de pobreza que assola o Nordeste e, consequentemente, o sertão. Dados revelados pelo IBGE, em 2017, revelaram que 43,5% da população nordestina está na linha da pobreza. Isso quer dizer que quase metade das pessoas no Nordeste vivem com um salário de R$387,07 por mês. Nossa responsabilidade social envolve o combate dessas condições de vida e nos faz comprometermos em transformar o sertão com ações sociais!

Saúde no sertão

Em uma região com os menores índices de saneamento básico do Brasil, o Nordeste sofre com as consequências do baixo investimento em recursos básicos como esse. Atualmente, os estados nordestinos possuem apenas 45,1% de domicílios com rede geral de esgotamento ou fossas ligadas à rede, conforme mostrou pesquisa divulgada neste ano pelo IBGE.

Recursos tão escassos de higiene básica aumentam significativamente o desenvolvimento de doenças e a diminuição de qualidade de vida dos moradores do sertão. O IAV atua combatendo essa situação por meio de projetos como as vans odontológicas e os atendimentos médicos feitos por nossos voluntários.

Diante desses dados, não dá para deixar o sertão de lado! Se mobilize e ajude o IAV a mudar vidas do povo sertanejo!

#númerosdosertão

Posts recentes

Ver tudo

Desenvolvido por dellossi